sexta-feira, 8 de junho de 2012

Sobrenatural - André Valadão



Quem tem ouvidos ouça!

Hoje vou repartir com você uma palavra em Apocalipse 3 versos do 16 ao 22.
Esta passagem é bem forte, pois se trata de uma carta escrita para uma Igreja que fazia parte de um povo muito próspero, Laodicéia. Lá eles fabricavam lã de ovelhas negras, era o único povo que fabricava tecidos negros em toda aquela região e também tinham colírio medicinal e por causa disso eles tinham muito lucro e eram realmente ricos. Aconteceu que por causa de sua fartura e de não possuir dificudades financeiras eles foram se afastando de Deus, acredito que achavam que por terem "tudo" não precisavam de Deus...mas Deus fala forte com eles..:

"...Eu sei o que vocês tem feito. Sei que não são frios nem quentes...Mas, porque são apenas mornos, nem frios nem quantes, estou a ponto de vomitá-los. Vocês dizem: Somos ricos, estamos bem de vida e temos tudo que precisamos. Mas não sabeis que são miseráveis, infelizes, pobres, nus e cegos. Portanto, aconselho que comprem de mim ouro puro para que sejam, de fato ricos. E comprem roupas brancas para se vestir e cobrir a nudez vergonhosa. Comprem também colírio para os olhos para que possam ver. Eu corrijo e castigo todos os que amo. portanto levem a sério e se arrependam. Escutem! Eu estou a porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, Eu entrarei em sua casa, e nós jantaremos juntos..."

Foi dito que este povo apesar de serem muito ricos, terem muito ouro, a vida deles não tinha valor, e apesar de eles fabricarem tecidos negros lindos e finos, lhes faltava aquela vestimenta de santidade, vestes brancas...e ainda eles vendiam colírio para todos os povos, mas eles não viam a si próprios, como eles eram pobres, pecadores e cegos espiritualmente.

Na minha opinião não precisa que uma pessoa seja rica e se vista bem para ser morno...existem muitas pessoas em posições economicas elevadas que tem uma forte comunhão com Deus e vive de verdade uma vida santificada, assim como também existem pobres, desempregados e sem dinheiro que por viver correndo pora se colcar em uma posição melhor também acaba se afastando de Deus e tendo uma vida de pecado e possuindo uma cegueira espiritual.
Todos nós precisamos colocar o Reino de Deus e a sua Justiça em primeiro lugar em nossas vidas, servi-lo com alegria, buscar a sua face orando, lendo a palavra, buscando a comunhão com a igraja, tudo isso nos dá a riqueza que precisamos, precisamos que a nossa vida tenha valor como ouro!
E com a busca pela comunhão com Deus ganhamos vestes brancas, a santidade, para não andarmos nus, e assim nossos pecados não nos envergonharão mais.
E como está escrito, "conhecereis a verdade e a verdade vos libertará",quando lemos a palavra e ouvimos na igreja nós temos nossos olhos abertos e podemos ver o que está errado em nós e assim podemos corrigir e andar em novidade de vida. O colírio que precisamos está na palavra de Deus.

Eu preciso adquiri valor na minha vida, roupas brancas de santidade e colírios para ver.

Você também precisa! Todos precisam, crentes e não crentes! vamos buscar ao Senhor para que ele venha jantar conosco. Ele já bateu a porta, basta abrir-mos e diga:
Jesus, tu és bem-vindo em minha casa, em minha vida. Obrigada Senhor, por morrer por mim para que eu tivesse valor, vestes novas e olhos abertos para a verdade!

Graça e Paz!

Jaqueline Dreyer Thomaz

domingo, 3 de junho de 2012

Deus tem falado comigo!


Olá amigos, hoje venho escrever para contar-lhes sobre um sonho que tive. Mas antes de contar-lhes sobre o sonho terei de contar-lhes um pouco sobre o que venho passando e sobre as dúvidas que tive.
Eu e minha esposa a Jaqueline estávamos desempregados, como todos sabem a vida de quem não trabalha não é fácil, foram alguns meses sem entrar dinheiro em casa só chegavam as contas para pagar e nada de oportunidades aparecerem. Todos os dias orávamos com muita intensidade, mas parecia que as respostas de Deus não vinham. Como sempre trabalhei em escritórios tentei e continuo tentando emprego neste ramo, minha esposa é secretária, mas graças ao bom Deus ela conseguiu um abençoado, mas trabalhoso, emprego na sua faculdade onde foi abençoada com a bolsa de 80% de desconto na mensalidade. Eu ainda não consegui um emprego fixo, mas tenho feito alguns trabalhos que tem me mantido o sustento (...aos seus amados Deus dá enquanto dormem. Salmos 127:2). Fechei algumas parcerias com escritórios que tem entrado um dinheiro para pagar as contas, mas não sobra nada.
Então, como disse trabalhava em escritórios de advocacia, mas no momento não tenho conseguido emprego fixo, talvez por estar me formando e estar passando pelo exame de ordem. Consegui uma parceria, no início parecia ser maravilhoso e que seria um bom trabalho, mas logo fui surpreendido, não era tão bom quanto parecia ser, e assim como entrei, sem dinheiro, saí.
Isso tudo me trouxe dúvidas quanto a presença de Deus em minha vida. Comecei a me afastar aos poucos, não sentia vontade de frequentar a igreja, nem de escrever para o blog. Até que certo dia, em meio ao culto, tive uma revelação: “uma espada era levantada”. Questionei sobre isso, mas Deus queria mesmo falar comigo, essa revelação vinha cada vez mais forte aquela imagem se repetia. Eu então orei muito e pedi para que Deus me dissesse com clareza o que queria de mim.
Então a voz de Deus, através do Espírito Santo me disse: “Tua vitória está vindo...” nisso a imagem que via, da espada sendo levantada ficou mais clara ainda. Vi os céus se abrindo e um clarão na direção da espada, e quem levantava a espada era eu.
Nessa hora me quebrantei. Não cabia em mim, o choro derramava em minha face. Era o que eu precisava ouvir. Deus conhece todas as batalhas, tudo que passamos já estava escrito no livro de Dele, e só Ele pode revelar, isto se for da Sua vontade.
Mas como tinha dito alguns parágrafos antes, tinha me decepcionado com um trabalho que estava fazendo e que não tive o retorno, na verdade trabalhei muito, investi o pouco dinheiro que tinha e todo meu empenho para este trabalho e logo percebi que não era a vontade das pessoas que eu trabalhasse por lá. No dia seguinte ao culto que tive a revelação da vitória tive mais uma decepção no trabalho, não iria receber pelo serviço, pedi o que havia investido e me foi dito que não receberia naquele momento. Vou receber este valor, mas parceladamente.
Mais uma vez coloquei Deus em prova. Questionei: “Deus, se Tu és tão poderoso porque não me ajuda? Sempre que preciso de Ti tu te escondes, onde tu estás?” Era véspera do dia do exame de ordem, fui dormir cedo e aí vem o sonho que vou contar para vocês.
Era noite, estava escuro e ventava, eu estava em um caminho reto. Em todo este caminho havia um muro alto de pedras grandes. Sentia em meu sonho que já estava caminhando a bastante tempo. Estava sempre só, não havia ninguém junto de mim. Sentia frio e medo, era um lugar em que eu nunca havia passado. Em uma parte do muro apareceu uma escritura. Parecia que alguém estava ali escrevendo para mim algum recado. Era como se alguém viesse para falar comigo e eu não o via, nem sentia, mas Ele fez se ver do jeito que eu pudesse o ver.
No muro estava escrito o seguinte:
האג

Não entendi o que era. Acordei com estas escrituras em minha memória.”
 Acordei e antes mesmo do café da manhã as repassei para o papel, para não que nãos esquecesse.
Fui estudar para o exame de ordem, aquela última revisão antes da prova e as imagens não saiam da minha memória. Como estava com o computador ligado, fui pesquisar. Pesquisei em árabe, egípcio, grego, não sabia a origem destas escrituras. Minha esposa estava pesquisando junto comigo e não conseguimos encontrar.
Almocei saí e fui fazer o exame de ordem, sentia a presença de Deus comigo. Sabe como é, eu me sentia um pouco afastado de Deus, mas tinha a certeza de Ele estava comigo. (Não sei como fui na prova, dia 07 de junho fico sabendo resultado e conto para vocês.)
À noite liguei o computador novamente, e as imagens estavam na minha memória. Eu e minha esposa continuamos a pesquisar sobre e encontramos em um site de tradução do hebraico estas escrituras, sendo o seguinte:
ה – He – Hadom –  Majestoso
א – Aleph – Ahih – “Sou o que Sou”
ג – Ghimel – Gadol – Grande
Logo que vimos a frase que se formou com as escrituras eu novamente chorei, contei tudo para minha esposa. As duvidas e provações que fiz para Deus.
È simples, Deus me respondeu. Vocês lembram que eu havia questionado o poder de Deus e o porque tenho passado por estas provações? Então Deus já havia me dito que a vitória está a caminho, mas ainda assim duvidei de Seu poder então Ele veio e me disse que eu “não estou falando com qualquer um, estou falando com Deus”.
“Sou o que sou, Grande e Majestoso”
Na semana seguinte, uma amiga veio e convidou para um almoço de negócios, ela me trouxe uma proposta de parceria para trabalhar na sua empresa em crescimento. No dia seguinte, me apareceu serviços para auxiliar a venda de uma casa, onde recebi um bom valor, mesmo dando somente orientações, para amanha tenho já dois clientes agendados que me trarão retorno. Fechei contrato com esta empresa da minha amiga, vamos trabalhar juntos, inclusive no período em que ela estará afastada pelo nascimento do seu primeiro filho. Graças a Deus ela está mudando com a vinda do seu filho, ela não é cristã, mas está querendo conhecer a Deus. Vou mostrar Deus para ela.
Acho que entendi o que Deus quer da minha vida. Devo ser confiante e paciente, Deus quer que eu leve a sua palavra para aqueles que não o conhecem.
Meu Deus, obrigado por se revelar mais uma vez em minha vida!
Vocês já passaram por algo parecido? Conte-nos, mande o seu comentário contando para nós como Deus falou com você.