segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Evangélicos brasileiros realizam a primeira edição da “Marcha para Jesus” em Israel

Na última semana, líderes evangélicos brasileiros promoveram em Israel a Marcha para Jesus, evento que promovido há 21 anos em São Paulo pela Igreja Renascer em Cristo e que já é realizado também em diversas cidades por todo o Brasil. De acordo com a igreja Renascer, é a primeira vez que um evento dessa natureza é realizado em Israel.

 

A Marcha foi realizada às margens do Mar da Galileia, local onde, segundo a Bíblia, Jesus caminhou sobre as águas. Cerca de 500 pessoas participaram da caminhada, que começou no Parque Nacional de Cafarnaum e se estendeu até a Praia de Amnon-Kineret, onde um palco foi montado.

 

O evento, que transmitida para o Brasil pela Rede Gospel de TV, aconteceu na última terça feira (15) por líderes da Igreja Renascer, Assembleia de Deus e Igreja Batista, e contou com total apoio do Ministério do Turismo de Israel. Líderes das diversas igrejas brasileiras presente no evento falaram sobre a Marcha.

 

- Hoje não é um dia comum, é um dia em que o Salmo 139 é verdade em nossas vidas. Deus preparou e desejou esse dia para que cada um de nós aqui e glorificasse nome dEle. – afirmou o apóstolo Estevam Hernandes, líder da Renascer, durante oração feita com os fiéis antes da Marcha.

 

Além de Estevam Hernandes e sua esposa, a bispa Sônia Hernandes, a Marcha contou com a participação e vários líderes evangélicos, da Igreja Renascer e de outras denominações.

 

- Nós temos que agradecer a Deus por esse dia histórico, pois podemos trazer para esta Terra a semente bendita da unidade que já é uma verdade no Brasil – declarou a Bispa Fê Hernandes, da Igreja Renascer.

 

- É marcante, é histórico, para a gente que acredita, é profético… tudo isso junto. Porque a gente vem pisar nessa terra pela primeira vez para fazer essa marcha… Significa trazer essa paz, esse amor para uma terra que é conhecida como uma terra de guerra – afirmou o pastor da Assembleia de Deus Bom Retiro, Dayan Alencar, em entrevista ao UOL Notícias.

 

- Israel busca apoio do mundo inteiro, porque Israel é uma situação espiritual, não política – completou o Bispo Betão, da Renascer.

 

O Ministro do Turismo em Israel, Uzi Landal, esteve presente no evento e agradeceu pela presença dos evangélicos no local, e pelo apoio incondicional a Israel.

 

- O profeta Jeremias fala da volta do povo de Israel para Sião e hoje estamos aqui, saímos do exílio para construir o estado de Israel. Nosso Estado agradece o apoio incondicional de vocês – declarou Landal. 

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

TV - Igreja Amor à Vida



Amor à Vida terá personagem "mocinha" convertida em evangélica em breve; Pastor da trama identificará o vilão
A prometida "mocinha evangélica" da novela Amor à Vida, da TV Globo, vai enfim sair do papel e ganhar as telas, mas inicialmente não será a periguete Valdirene, como anunciado no começo do folhetim.

O autor Walcyr Carrasco mudou de ideia sobre a conversão imediata da personagem devido aos altos índices de audiência conquistados pelas trapalhadas de Valdirene e sua mãe.

Para não abandonar a promessa feita ao público evangélico que trataria a fé com respeito na novela, Carrasco precisou reinserir o personagem Efigênio, que havia aparecido somente no começo como um dono de bar. O agora pastor Efigênio irá comandar uma igreja no bairro de Valdirene, e a primeira "mocinha" convertida será Gina, personagem vivida pela atriz Carolina Kasting.

Sua conversão acontecerá depois de uma frustração amorosa, e a personagem – que é irmã de um dos protagonistas, Bruno – buscará refúgio e conforto na fé.

O pastor Efigênio também será peça chave na trama, pois ele reconhecerá Félix, o vilão gay da novela, e isso poderá esclarecer o episódio do sequestro da personagem Paulinha, filha de Paloma, criada por Bruno.

Na cena em que Efigênio reconhece Félix, o vilão demonstra ficar assustado com a possibilidade de ser descoberto. "Eu conheço o senhor. Eu sei que já vi o senhor sim, não tenho ainda ideia da onde. Mas foi no passado. Eu tinha um bar no centro da cidade, antes de me converter. Foi de lá", diz o pastor. "Eu sinceramente, nunca fui de frequentar bares, principalmente no centro da cidade. Você deve estar me confundindo com outra pessoa", responde o vilão, segundo informações do jornal Extra.

O personagem Félix tem sido vilão dentro e fora da novela. Os bordões usados por ele, como "Salguei a Santa Ceia" ou "Cobrei pedágio no Mar Vermelho", sempre em situações que algo desagradável acontece, vem sendo criticados por lideranças religiosas, mas Walcyr Carrasco não pretende excluir as frases da novela, segundo o site F5.

Igreja Amor à Vida

Segundo informações do jornalista Flávio Ricco, a TV Globo irá registrar um nome fictício de igreja evangélica para que possa usar o título na novela, e assim, evitar problemas legais ou até propaganda involuntária para alguma igreja.

Fonte: Gospel+

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Sempre devo levar a palavra de Deus? Mesmo se levar a palavra de Deus serei um bom cristão?

Fui questionado sobre ser cristão. Uma amiga me contou um fato que havia acontecido com ela e me questionou se ela estava sendo boa cristã.

Conta ela que no último sábado (12/10) enviou, por engano, um torpedo ao celular de um estranho felicitando pelo dia das crianças a um desconhecido. Para sua surpresa passou a receber ligações de um homem que dizia ser muito sozinho, que havia gostado muito de receber o torpedo e que gostaria de conhecê-la pessoalmente. Ela disse para que este homem buscasse a Jesus, pois este seria seu único amigo em quem poderia confiar. O homem parece ter mostrado interesse pela palavra de Deus. Desconfiada, e assustada, minha amiga parou de atender as ligações e enviou mais um torpedo pedindo para que o homem parasse de ligar para ela. Com dúvidas se teria agido corretamente ou se devia levar a palavra a este homem, vem me procurar.

Disse a ela que sua atitude foi a melhor possível. Ainda que seja verdade o que foi contado pelo homem, não o conhecemos e não podemos confiar. Certo que não podemos julgá-lo sem antes conhecer, que só Deus conhece o coração deste homem... mas no mundo onde vivemos... Melhor não dar confiança!

Desde pequenos ouvimos que não devemos confiar em estranhos. Sim nossos pais sempre nos falaram para não darmos confiança a estranhos. Eles estão certos! Mas o que fazer se a pessoa parece querer conhecer a Jesus e parece estar em depressão?   

Nunca, N-U-N-C-A, devemos agir sem antes orar e colocar na presença de Deus, falar com nosso líder da igreja, com o pastor, com os irmãos. Esta é a comunhão que precisamos ter. Um irmão nunca estará sozinho se estiver ao par da igreja e de Deus. Se for a vontade de Deus salvar uma alma devemos ir e tentar este resgate. Você deve ser um instrumento de Deus para salvar uma vida, mas cuidados com as armadilhas.

Devo levar a palavra para ser um bom cristão? O que fazer para ser um bom cristão? Lembro de um filme que vi a um tempo atrás, "Nos seus passos o que faria Jesus". A resposta é essa, se Jesus estivesse no meu lugar o que Ele faria? Você não precisa ser um missionário, um pastor ou líder para levar a palavra de Deus, basta você ser o espelho de Jesus e assim será um bom cristão. Você deve conhecer o amor, pois Deus é o amor. Conhecendo o amor você conhecerá a Deus!

Você já deve ter lido os seguintes versículos:

"Vai, pois, agora, e eu serei com tua boca e te ensinarei o que hás de falar." (Êxodo 4.12)

"Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século." (Mateus 28:19-20)

"E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura." (Marcos16:15)

Você certamente se perguntou então eu tenho que ir e pregar o evangelho? CALMA LÁ! Não simples assim. Para evangelizar você deve ter um chamado. Não basta você querer, tem que ser chamado! Mas você pode ser um instrumento de Deus para levar o amor!

Desde que conheci a Jesus sempre tive vontade de que todos conhecessem a palavra de Deus. Comecei a ler a bíblia com a intenção de ler e conhecer de Gênesis ao Apocalipse. E enquanto eu lia me despertava mais e mais o desejo de repassar esse conhecimento a outras pessoas que ainda não conhecem a palavra. Tinha vontade de pegar uma caixa de som e ir para rua falar de Deus para todas as pessoas. Com essa vontade me tomando procurei em minha igreja como ser obreiro ou missionário. Confesso que até hoje ainda não fiz o curso para missões, tampouco para obreiro, mas mesmo assim conversei com o pastor de minha igreja e passei a escrever este blog além de servir a Deus junto com minha igreja em projetos sociais.

"De sorte que somos embaixadores por Cristo, como se Deus por nós vos exortasse. Rogamo-vos, pois, por Cristo que vos reconcilieis com Deus." (2 Coríntios 5:20)

"Livra os que estão destinados à morte e salva os que são levados para a matança, se os puderes retirar." (Provérbios 24:11)

Como disse passei a ler a bíblia para ter melhor entendimento sobre a palavra de Deus e levar para quem ainda não a conhece. Como, então, poderia eu deixar de falar de Cristo? Seria um ato de profundo egoísmo meu se não repassar a palavra de Deus a quem ainda não conhece. Devemos evangelizar porque amamos o nosso próximo e não queremos vê-lo perdido eternamente. Olha: amamos nosso próximo. Deus é o amor e conhecendo o amor você conhecerá a Deus e vice-versa!

"Aquele que não ama não conhece a Deus; PORQUE DEUS É AMOR." (1 João 4:8)

Não estou para falar de mim mas como ser um bom cristão. Ao lembrarmos que sem Deus não temos paz, que somos pecadores... o quão pequenos somos e do fim triste que nos estava reservado na eternidade sem Deus, é a razão para empregarmos todos os nossos esforços para levarmos outras pessoas a Jesus. Portanto, evangelizar é um ato de obediência e amor a Deus e a sua Palavra. AMOR!  

Mas CUIDADO! Crianças (é assim que Deus nos vê, como crianças) não façam nada sem a supervisão de sua igreja, você pode estar caindo numa grande armadilha do inimigo!

#FicaaDica: Ore, busque o amor de Deus, esteja na igreja. Aí sim será um bom crsitão! Esteja em comunhão!  

Fiquem com Deus! Que Deus os encha de bênçãos!

 

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Pais e filhos – Envolvimento do homem na gestação e criação dos filhos.

Estudos comprovam que a paternidade muda o comportamento de um homem e, na maioria das vezes, para melhor. O relacionamento dos novos papais com os filhos foi foco de um estudo feito pelo Oregon Social Learning Center, nos Estados Unidos. Segundo o cientista David DeGarmo, quanto mais um pai é envolvido com seus filhos, tem significativa melhoria na saúde física e mental.

Os homens estudados tornaram-se menos autocentrados, tendo em vista que o foco das prioridades muda. Ficaram mais responsáveis e maduros, especialmente no que diz respeito aos riscos que antes corriam. Passam a beber menos, se antes tinham o costume de ingerir álcool, ou a não praticar esportes mais arriscados, bem como passam a dirigir com mais cuidado.

Em outra análise científica, publicado no último boletim "Procedimentos da Academia Nacional de Ciências", dos Estados Unidos, foram detectadas que homens depois de tornarem-se pais sofreram alterações hormonais, como um decréscimo na quantidade de testosterona e um aumento do nível de prolactina. A mudança das taxas hormonais justifica as mudanças de comportamento. Mas não se assuste, os homens não deixam suas atividades usuais, mas as fazem com mais cautela e consciência de que há pessoas que dependem deles.

Está fora de moda aquele velho clichê de um homem dando voltas na sala de espera da maternidade e a enfermeira aparecendo na porta para dizer se foi menino ou menina. Este clichê não saiu de moda só por causa das modernas técnicas que já mostram o sexo do bebê com antecedência, mas também pelo interesse bem maior por parte dos pais em acompanhar toda a gestação e estar presente no parto, o que traz vários benefícios psicológicos e até físicos.

Os homens têm reivindicado essa interação da gestação ao parto, e não só na criação dos filhos. Está aumentando o número de homens que desejam participar ativamente do processo da paternidade, constituindo-se num elemento indispensável da equação pré-natal. Não se considera apenas a mulher grávida, mas o casal grávido. O interesse do pai por cada etapa da gravidez traz benefícios para a mulher e o bebê, até mesmo no sentido físico – como a diminuição da necessidade de medicações para alívio da dor, redução do tempo de trabalho de parto e dos casos de depressão pós-parto (que também atinge os homens), explica o ginecologista e obstetra Alberto Jorge Guimarães.

Diante destes estudos nos perguntamos como ser bons pais?

Sermos pais ou mães pode ser uma aventura difícil e cheia de problemas, mas uma das coisas mais gratificantes. Deus tem muito a dizer sobre como podemos ser bem sucedidos com nossos filhos para que sejam bons. A primeira coisa que devemos fazer é ensinar a eles sobre a Palavra de Deus.

Além de amarmos a Deus e sermos exemplos de pessoas que se comprometem com Seus mandamentos, precisamos fazer o que diz em Deuteronômio 6, no verso 5 está: "Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças". Mais adiante vemos, no verso 7 e 8, temos: "E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos.

Seguindo, figurativamente, estes mandamentos que Deus deu, ensinemos a nossos filhos que a adoração a Deus deverá ser constante, e não apenas reservada aos domingos pela manhã ou nas orações onde só pedimos... Lembremos o que diz em I Coríntios 11:3: "Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo."
Apesar de aprenderem muito através dos ensinamentos diretos, nossos filhos aprendem muito mais observando a nós, seus pais. Isto explica por que devemos ter cuidado em tudo o que fizermos.

É importante que envolvamos as crianças na família e na igreja. Devemos freqüentar regularmente uma igreja, devemos crer na Bíblia (Hebreus 10:25), permita que seus filhos vejam você estudando a Palavra, e também estude a Bíblia com eles. Discuta com eles e envolva-os com os ensinamentos, e ensine a eles sobre a glória de Deus através da vida cotidiana. "Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele" (Provérbios 22:6).

Fonte: Arca UniversalGotQuestions.org.,

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Governador de Rondônia anuncia “decreto espiritual”, entrega estado para Deus e vira alvo de protestos

Governador de Rondônia anuncia

Governador de Rondônia anuncia "decreto espiritual", entrega estado para Deus e vira alvo de protestos

O governador do estado de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), entregou a unidade da Federação que ele governa a Deus num evento realizado na cidade de Ji-Paraná, no último dia 04 de outubro.

 

Durante o "Clama Jipa", evento gospel que contou com as presenças de André Valadão e David Quinlan, o governador leu uma carta que dizia "Conforme Deus revelou para o Edivaldo Soares…eu Confúcio Moura entrego o estado de Rondônia para Deus".

 

Edivaldo Soares é um deputado estadual da base de apoio ao governo de Moura e ligado às igrejas evangélicas do estado. A ideia da consagração de Rondônia a Deus partiu da assessoria do parlamentar, segundo informações do site Notícia Geral.

 

O "decreto espiritual" seguido da entrega simbólica da chave do estado para Deus resultou num atraso de três horas na realização do evento. Como Confúcio Moura tinha compromisso em outra cidade, o "Clama Jipa" não poderia ser iniciado enquanto o governador não chegasse ao local, pois o custeio dos artistas teria sido pago com dinheiro dos cofres do governo do estado.

 

O "Clama Jipa" tinha como tema "Quando Deus Quer É Assim", mesma frase que teria sido usada pelo parlamentar na ocasião de sua eleição, em agradecimento aos votos recebidos, e isso causou polêmica.

 

"Muitos criticaram e disseram que tudo supostamente teria sido ato político, classificando inclusive como 'showmício', uma vez que o tema 'quando Deus quer é assim' estampado nos outdoors, cartazes e outros meios de divulgação já teria sido usado como frase de agradecimento de votos do deputado Edivaldo Soares. Lembrando que estamos exatamente a um ano das eleições, período esse que a justiça eleitoral está com os 'radares' ligados em tudo que está acontecendo. Atitudes que possam ter alguma conotação eleitoreira podem estar na mira do Ministério Público Eleitoral (MPE), bastando uma denúncia de qualquer cidadão", escreveu o jornalista Claudio Morais, do Notícia Geral.

 

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Construindo a Ponte (Mateus 18)

Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito.
O que começou com um pequeno mal-entendido, explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio.
Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem à sua porta.
– Estou procurando trabalho. Sou carpinteiro. Talvez você tenha algum serviço para mim.
Disse-lhe o fazendeiro:
– Sim, claro! Vê aquela fazenda ali, além do riacho? É do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois use para construir uma cerca bem alta.
– Acho que entendo a situação - disse o carpinteiro. – Mostre-me onde estão a pá e os pregos.
O irmão mais velho entregou o material e foi para a cidade.
O homem ficou ali, trabalhando o dia inteiro.
Quando o fazendeiro chegou, não acreditou no que viu: em vez da cerca, uma ponte foi construída ligando as duas margens do riacho. Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido:
– Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo que lhe contei!
Mas, ao olhar novamente para a ponte, viu o seu irmão se aproximando de braços abertos. Mas permaneceu imóvel do seu lado do rio. O irmão mais novo então falou:
– Você realmente foi muito amigo construindo esta ponte mesmo depois do que eu lhe disse.

De repente, o irmão mais velho correu na direção do outro e abraçaram-se no meio da ponte.
O carpinteiro começou a fechar a sua caixa de ferramentas.
– Espere, fique conosco! Tenho outros trabalhos para você!
E o carpinteiro respondeu:
– Eu adoraria, mas tenho outras pontes a construir...

<<<<<<<>>>>>>> 
 
Como as coisas seriam mais fáceis se ao invés de construirmos cercas, construíssemos pontes com nossos pais, filhos, irmãos, maridos, esposas, familiares, amigos, colegas e principalmente nossos inimigos...
Vejamos:
"Se teu irmão tiver pecado contra ti, vai e repreende-o entre ti e ele somente; se te ouvir, terás ganho teu irmão.
Se não te escutar, toma contigo uma ou duas pessoas, a fim de que toda a questão se resolva pela decisão de duas ou três testemunhas.
Se recusa ouvi-los, dize-o à Igreja. E se recusar ouvir também a Igreja, seja ele para ti como um pagão e um publicano.
Em verdade vos digo: tudo o que ligardes sobre a terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes sobre a terra será também desligado no céu."(Mateus 18:15-18)

Devemos antes de qualquer contenda buscar o diálogo para que se resolva a problemática. Se for resolvido teremos ganho nosso irmão. Caso não se resolva, antes de continuar a discussão, devemos buscar opiniões externas. Opiniões de pessoas isentas, escutando-as para que consigamos resolver nossas contendas. Essa pessoa pode ser um pastor, um amigo, alguém que seja isento a briga. Busquemos árbitros para resolver nossas lides com nossos irmãos. Caso não seja possível resolver a discussão deve ser desligado aquele que se recusar a ouvir um pedido de perdão.
Mais adiante, no mesmo capítulo, Pedro pergunta ao Senhor: Senhor, quantas vezes devo perdoar a meu irmão, quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?
Respondeu Jesus: Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete. (Mateus 18:21-22)
Setenta vezes sete. Não é só uma expressão matemática. Se assim fosse seriam apenas 490 vezes que deveríamos perdoar. Imagine!
Jesus fala em perdoar ao irmão setenta vezes sete a cada vez que um irmão pecar contra nós. Mas nós como humanos, muitas vezes desistimos de buscar e perdoar quem amamos por causa de mágoas e mal-entendidos.
Deixemos isso de lado. Ninguém é perfeito. Mas alguém tem que dar o primeiro passo...
Para entendermos como devemos agir devemos entender o que o nosso Senhor diz, vejamos:
"...o Reino dos céus é comparado a um rei que quis ajustar contas com seus servos.
Quando começou a ajustá-las, trouxeram-lhe um que lhe devia dez mil talentos.
Como ele não tinha com que pagar, seu senhor ordenou que fosse vendido, ele, sua mulher, seus filhos e todos os seus bens para pagar a dívida.
Este servo, então, prostrou-se por terra diante dele e suplicava-lhe: Dá-me um prazo, e eu te pagarei tudo!
Cheio de compaixão, o senhor o deixou ir embora e perdoou-lhe a dívida.
Apenas saiu dali, encontrou um de seus companheiros de serviço que lhe devia cem denários. Agarrou-o na garganta e quase o estrangulou, dizendo: Paga o que me deves!
O outro caiu-lhe aos pés e pediu-lhe: Dá-me um prazo e eu te pagarei!
Mas, sem nada querer ouvir, este homem o fez lançar na prisão, até que tivesse pago sua dívida. Vendo isto, os outros servos, profundamente tristes, vieram contar a seu senhor o que se tinha passado.
Então o senhor o chamou e lhe disse: Servo mau, eu te perdoei toda a dívida porque me suplicaste.
Não devias também tu compadecer-te de teu companheiro de serviço, como eu tive piedade de ti?
E o senhor, encolerizado, entregou-o aos algozes, até que pagasse toda a sua dívida.
Assim vos tratará meu Pai celeste, se cada um de vós não perdoar a seu irmão, de todo seu coração.(Mateus 18:23-35)
Assim será no dia de nosso julgamento. Como podemos não perdoar nosso irmão se o nosso Senhor já o livrou dos pecados quando morreu na cruz. Não cabe a nós julgar os pecados de um irmão, ainda que seja contra nós.
Então vamos construir a nossa ponte? Ou você vai preferir cercar a sua fazenda?
Vamos pedir perdão para Deus por nossas falhas e por termos magoado a nossos irmãos. Se há alguém que nos magoou vamos agora mesmo deixar o carpinteiro construir a ponte para nos ligar ao nosso irmão. Deixe o nosso Senhor Jesus construir a ponte que nos leva ao perdão.
Perdoa-nos Senhor, somos humanos e pecadores!

Primeira igreja evangélica do Brasil foi fundada por índios, afirma historiadora

Primeira igreja evangélica do Brasil foi fundada por índios, afirma historiadoraPintura que ilustra fugdos índios que formaram a primeira igreja evangélica do Brasil
O surgimento das igrejas evangélicas no Brasil é comumente associado à chegada de missionários protestantes em meados do fim do século XIX, mas essa história acaba de ganhar um capítulo prévio.
A historiadora e professora cearense Jaquelini de Souza acaba de lançar o livro A Primeira Igreja Protestante do Brasil, pela editora Mackenzie, contando a história da Igreja Reformada Potiguara, fundada por índios após a invasão holandesa a Pernambuco.
Segundo as pesquisas de Jaquelini, os índios Paraupaba e Poty foram levados voluntariamente por holandeses à Europa em 1625, onde receberam educação formal e foram convertidos ao protestantismo. De volta ao Brasil cinco anos depois, passaram a anunciar o Evangelho com o apoio de holandeses que ainda estavam por aqui.
"Já era a Igreja Potiguara porque, teologicamente, havendo dois ou três reunidos em nome de Deus, independentemente do lugar, está ali uma igreja", afirma a historiadora em seu livro, de acordo com informações da IstoÉ.
Em 1654, com a luta dos portugueses para expulsar os holandeses de Pernambuco, os índios fugiram para a Serra do Ibiapaba, a 750 quilômetros do litoral pernambucano, para se refugiarem de retaliações dos portugueses, que eram católicos.
No Ceará, anunciaram o Evangelho dentro da doutrina protestante para outros índios, e formaram a igreja de maneira mais organizada. "Por isso, argumento que foi só depois da expulsão dos holandeses que vimos aflorar a verdadeira Igreja Potiguara", diz Jaquelini.
O padre jesuíta português Antônio Vieira, foi designado pela Igreja Católica para investigar o que se passava na Serra do Ibiapaba, e relatou à Companhia de Jesus que a região era como uma "Genebra de todos os sertões", em referência à cidade suíça que foi o berço do protestantismo.
Em seu relato, o padre diz que os índios "estão muitos deles tão calvinistas e luteranos como se nasceram em Inglaterra ou Alemanha". Apesar dos esforços de seus fundadores, sem apoio, a primeira igreja evangélica do Brasil se desfez ainda no século XVII, quando alguns dos remanescentes do grupo inicial teriam se juntado aos opositores dos portugueses durante as Guerras dos Bárbaros a partir de 1688, enquanto outros teriam retornado ao catolicismo ou às suas crenças nativas.
infografico invasao holandesa

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Valdirene e Carlito podem se tornar estrelas da música gospel na novela “Amor à Vida”

A possível conversão da personagem Valdirene (Tatá Werneck), da novela Amor à Vida, é um dos tem

Valdirene e Carlito podem se tornar estrelas da música gospel na novela

as mais discutidos em torno do folhetim. De acordo com sites especializados, o autor da trama, Walcyr Carrasco, tem como proposta que a personagem se tornasse ao longo da trama uma "mocinha" evangélica, abandonando o lado periguete. Porém, recentemente foi noticiado que esses planos poderiam ser mudados, devido ao sucesso da personagem.

Mas, de acordo com o site A Crítica, do UOL, a conversão da personagem permanece nos planos do autor, que a transformará em uma "estrela da música gospel", ao lado de seu par romântico Carlito (Anderson Rizzi).

As referências da novela com o público evangélico pela inauguração de uma igreja evangélica nas proximidades do bar de Denizard (Fulvio Stefanini), cena que está tendo atenção especial da produção da novela e do autor, Walcyr Carrasco, que pediu atenção especial da produção por, segundo ele, estar "lidando com um tema sensível, que são os evangélicos".

O bar de Denizard receberá também pregações de pastores evangélicos que, pelo menos temporariamente, integrarão o elenco da trama.

Por Dan Martins, para o Gospel+

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Não Basta ser crente! Que crente você é?


Sabe Filho

(Mara Lima)
Sabe filho, quero falar com você.
Tenho visto, teu lamento, tua dor.
Você diz: Senhor, não vou suportar, pois a luta é tão grande estou quase a desanimar.
Olha filho, tu já leste minha história;
que eu deixei, um trono de Glória pra morrer por ti.
Lá na rua central de Jerusalém, cada passo que eu dava, a marca do meu sangue ficava também. 
Uma coroa de espinhos me colocaram, 
e com cravos pontiagudos naquela cruz me pregaram. 

(Uma lança afiada me transpassou, nessa hora de agonia, até o meu Pai me desamparou.) BIS

Nessa hora, meus amigos me desprezaram, até Pedro, por três vezes, me negou. 
Lázaro, o amigo que ressuscitei, procurei com os meus olhos, mas também não avistei
Tudo isso, eu passei por te amar.
Pra que hoje, eu pudesse te entender. Teus problemas, todos, posso resolver, basta somente crer,
e a solução já chegou pra você. Se estás doente, eu sou o teu remédio, se estás cansado, eu posso te aliviar
Eu venci, você também vencerá, sou Jesus Cristo,o único que pode te ajudar. 
Eu venci, você também vencerá,
sou Jesus Cristo, o verdadeiro Filho de Deus

---
Voce pode escutar a música acima acessando este Link: http://www.vagalume.com.br/mara-lima/sabe-filho.html#ixzz2gkyVwOjJ

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

[A Liga] Programa mostra trabalho de evangelismo em presídios, cracolândia e periferia: “Deus em todos os lugares”

A edição da última terça-feira, 01/10, do programa A Liga tinha como tema "Deus em todos os lugares", e mostrou o trabalho de líderes cristãos que atuam em missões urbanas, levando o Evangelho a áreas da sociedade que são marginalizadas e recebem menos atenção das igrejas como um todo.

Na página do programa no portal Band, um infográfico destaca que "as leis brasileiras preveem liberdade religiosa e proíbem qualquer intolerância contra grupo religiosos".

Os apresentadores d'A Liga foram em locais como a cracolândia, presídios e bairros de periferia onde o Evangelho é levado de maneira prática àqueles que precisam ser alcançados pela mensagem transformadora.

Pastoral Carcerária

O apresentador Cazé foi à Penitenciária I de Franco da Rocha, Região Metropolitana de São Paulo, junto a um grupo de missionárias que atuam há mais de dez anos junto aos detentos, levando a eles o Evangelho.

As missionárias da Pastoral Carcerária afirmaram que não tem "medo nenhum" de ir aos presídios, e que os detentos agem de forma respeitosa: "Eles são muito educados, é a disciplina deles. Se alguém é mal-educado com a gente, eles cobram".

Lá dentro, forma-se uma roda com os detentos, que se reúnem para ouvir a leitura de uma passagem bíblica, e ouvem um breve sermão. Cazé, impressionado, comenta: "É uma energia muito forte aqui".

Cracolândia

Thaíde acompanhou o pastor Aranilton Babão na cracolândia do centro de São Paulo, que acompanhado de uma banda de pagode gospel, aborda os dependentes químicos para levar uma mensagem bíblica e distribuir lanches aos moradores de rua e usuários de drogas.

"Enquanto a garota tá ali preparando a próxima pedra, o pastor está ali conversando com o outro irmãozinho, e tentando passar pra ele umas palavras de conforto. Um trabalho que muita gente não tem coragem de fazer. Pelo menos, não desse jeito", comentou o apresentador, fazendo referência ao crack, droga considerada uma epidemia no Brasil atualmente.

O pastor, emocionado com os relatos de um grupo de usuárias do crack, comenta: "O que a gente precisa é que a igreja se una, cara. Isso tem história, isso tem mãe, isso aqui tem filho. Precisa ver isso, sabe, Thaíde. Isso aqui não é lixo", afirmou o pastor, usando as gírias comuns ao seu trabalho.

Funk Gospel

A apresentadora Rita Batista acompanhou o músico Adriano Gospel Funk durante um baile gospel promovido por uma igreja na Baixada Fluminense, e acompanhou o trabalho de evangelização.

"Eu acho mais válido você usar a música do que chegar com um papelzinho", disse Adriano, fazendo referência aos folhetos evangelísticos, muito usados por igrejas em todo o país.

Entre os espectadores, Rita conversou com uma jovem que afirmou gostar do funk gospel por ter "a palavra de Jesus".

"Ele tem o recurso da brincadeira, mas não perde de vista a palavra de Deus", resumiu Rita.

Pregação na Madrugada

Mariana Weickert acompanhou a pastora Nildes em seu trabalho de levar a mensagem do Evangelho a travestis, moradores de rua e usuários de drogas.

Integrantes da Igreja do Evangelho Quadrangular, Nildes e seu esposo, Jair, explicam sua motivação para desempenhar o trabalho de evangelização na madrugada de São Paulo: "Quando eu vi as pessoas morrendo de fome, com frio, eu disse 'esse é um problema meu'", resumiu.

Na chegada ao local da distribuição dos lanches e cobertores, Mariana e Nildes abordaram um travesti, que contou o que sentia com o trabalho desempenhado pela equipe da pastora: "Entra muita paz no meu coração, entendeu. Fico mais leve, mais feliz, porque eu to num lugar que não tenho família, ninguém pra apoiar", resumiu.

Na sequência, Mari entrevistou um travesti conhecido como Priscilinha do Pará, que afirmou estar há 17 anos nessa condição. "Eu sou temente a Deus", disse, depois de relatar que recebe muito pouco pelos programas que faz, e que sempre é agredido.

Emocionada, a pastora afirmou que "Deus não quer que a gente fique dentro das quatro paredes, dentro da igreja, com ar-condicionado, cadeira boa…", e pontuou: "Todos na igreja tem que sair pra fora".

Assista à íntegra do programa neste link.